Dia Mundial do Rim

12809796_472180162980050_2988684652661749943_nOntem em sessão solene no Senado Federal fiz pronunciamento a respeito da campanha desse ano de prevenção às doenças renais.

Neste ano, o foco da campanha é o público infantil. Isso é fundamental, porque estamos tratando da prevenção, mas estamos em um momento extremamente crítico. Há serviços de hemodiálises clínicas fechando.

Não podemos, em hipótese alguma, permitir que um paciente renal crônico fique sem acesso à sua hemodiálise ou à sua diálise peritoneal. Já temos dificuldades em várias regiões do Brasil, onde os pacientes necessitam da fila de espera para acessar o serviço.

Nesse aspecto a população lageana é privilegiada. Não se tem notícia no município – e são pouquíssimos casos em Santa Catarina – um paciente que fique na fila de espera para fazer a sua hemodiálise ou a sua diálise peritoneal, ainda assim precisamos avançar.

Aproveitei a solenidade para parabenizar todos os serviços de transplante de órgão do país, porque cada paciente transplantado é um paciente a menos em uma máquina de hemodiálise.

Precisamos lembrar que esses pacientes vão três vezes por semana ao serviço, durante quatro horas, no mínimo, sem considerarmos o deslocamento do seu domicílio, em especial para quem mora no interior, até um serviço de referência, na cidade polo daquela região.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s