HUCFF celebra recebimento de emendas em prol do hospital

Na segunda-feira (30), o HUCFF realizou uma cerimônia para agradecer aos parlamentares federais, as emendas em prol do hospital. Desde 2014, o diretor da unidade, Eduardo Côrtes, vem dialogando com parlamentares do Rio de Janeiro, evidenciando a importância de mais recursos para a instituição. O resultado do trabalho veio com a aprovação de emendas parlamentares do orçamento de 2015/2016 – individuais e de bancada – que permitirão a melhoria das instalações e o aumento de leitos, fundamentais para a formação de excelência que sempre norteou o centro de ensino e para o atendimento de pacientes. Foram R$19.680.821,00 de emendas individuais e R$14.224.918,00 de emendas de bancada. As emendas de bancada ainda não chegaram, e aguardam aprovação ministerial.
O evento, realizado no auditório do hospital, reuniu a comunidade médica e acadêmica; além do senador Marcelo Crivella (PRB), a deputada federal Carmen Zanotto (PPS/SC) e outros parlamentares e a presidente da Associação Nacional dos Auditores de Controle Externo dos Tribunais de Contas do Brasil (ANTC), Lucieni Pereira.

Eduardo Côrtes falou sobre a importância dos recursos e as modificações que poderão ser feitas a partir da liberação desse capital. “Só tenho a agradecer a todos que estão conosco nessa luta e afirmar que, com esses recursos, o HUCFF passará de 265 para 410 leitos até o fim deste ano. Até 2017, se conseguirmos continuar com esse projeto de emendas parlamentares, podemos chegar a 540 leitos funcionando no hospital. Essa emenda orçamentária vai permitir que o hospital continue oferecendo atendimento digno aos pacientes do SUS, o que sempre foi nosso compromisso”, comemorou.

Segundo dados do Portal Transparência, em 2014 e 2015, o hospital foi um dos que menos recebeu recursos, dentre vários hospitais universitários do país. Atualmente, segundo Côrtes, a unidade é a que mais realiza licitações, dentre todas as unidades da UFRJ, demonstrando grande melhoria na gestão do hospital.

Durante toda a cerimônia, os parlamentares fizeram questão de destacar a dedicação e empenho do diretor Eduardo Côrtes, e a forma como o Plano de Aplicação para as emendas foi apresentado. Além de o projeto ter sido aprovado por unanimidade, os parlamentares ressaltaram as visitas de Côrtes à Brasília e a gratidão do diretor pelos envolvidos.

13320642_1012556962114759_620240810285957064_o

Discurso de apoio

 

A deputada Carmen Zanotto veio de Santa Catarina especialmente para ser homenageada na cerimônia. Carmen foi uma das principais articuladoras no processo de inclusão de um termo aditivo à PEC 01/2015, que diz respeito ao percentual mínimo para a saúde. Tal mudança permitirá que os hospitais universitários também recebam emendas impositivas da saúde. Ao receber o pedido, a deputada que era relatora da Comissão Especial da Câmara dos Deputados avaliando a PEC 01/2015, declarou apoio incondicional ao HUCFF. Durante a homenagem, ela afirmou sentir-se muito honrada em poder fazer parte desse momento.

“Esta PEC pertence a toda a população e essa homenagem não é para mim, mas para a toda a Comissão que trabalhou nesse projeto e que, de alguma forma, se prontificou a ajudar na luta para que esses recursos cheguem ao hospital. É importante que se diga que todas as áreas precisam de investimentos, mas saúde e educação não podem esperar. Não podemos aceitar que tenhamos redução de investimentos nesses setores”, destacou.

A presidente da ANTC, Lucieni Pereira, também foi uma das grandes homenageadas do evento, por sua dedicação na construção do termo aditivo, e por ter trabalhado de forma incansável pela agilidade na votação da PEC pela Comissão Especial. Ao fim de um discurso emocionado, ela agradeceu a homenagem e reafirmou ser esta cerimônia, uma prestação de contas do Diretor Eduardo Côrtes, à população.

“Um hospital como o HUCFF não é importante apenas para a minha cidade, o Rio de Janeiro, mas para o país inteiro. Estamos falando de um local de referência em pesquisa e formação. Não podemos permitir que um hospital desse porte deixe de realizar o seu trabalho por falta de recursos. Uma situação como essa não é apenas descaso, mas um ato criminoso”, finalizou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s