Carmen cobra votação da PEC 1/2015 em segundo turno

A votação em segundo turno da PEC 1/2015 foi a pauta da reunião de parlamentares que defendem o SUS com o líder do governo na Câmara dos Deputados, André Moura (PSC-SE), na terça-feira (14).

Relatora da matéria, Carmen Zanotto (PPS-SC) argumentou que a PEC não representará um rombo nas finanças do governo federal, pois o financiamento será feito de forma escalonada.

Pelo texto aprovado, a destinação de recursos ao SUS inicia-se com o percentual de 14,8% das recentes correntes liquidas e vai aumentando até merecer 19,4% da mesma fonte após sete anos.

_MG_0015

Carmen Zanotto também ressalta que a proposta retoma os ideais do Movimento Saúde + 10, que em 2013 reuniu 2,2 milhões de assinaturas para a apresentação de um projeto de lei de iniciativa popular (PLC 321/2013) com o propósito de enfrentar o sub-financiamento da saúde no Brasil.

André Moura pediu a compreensão dos deputados, pois nas palavras dele não há condições para que a PEC seja votada nesta semana.

O líder do governo justificou que há na pauta da Câmara como os projetos que tratam da governança de estatais. “Mas garanto que estamos construindo um entendimento”, declarou.

Os parlamentares e o líder do governo entraram em acordo para que seja feita uma nova rodada de negociação na semana que vem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s