ICMBio avalia rever demarcação do Parque São Joaquim

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) anunciou que vai rever os limites do Parque São Joaquim em resposta a reivindicações dos parlamentares federais catarinenses e de associações e cidadãos que residem nas proximidades do parque.

Esta foi a pauta de audiência realizada nesta quarta-feira, em Brasília. “O encontro foi produtivo”, declarou a deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC).

Carmen Zanotto alertou que a lei publicada para definir os limites do parque (Nº 13.273/16) utilizou um mapa que não tem os mesmos contornos que estavam sendo divulgados, “o que gerou vários conflitos, que estamos trabalhando para resolver”, antecipou.

O presidente do ICMbio, Rômulo Mello, garantiu que o órgão está disposto a rever os limites. Uma nova rodada de diálogo entre o órgão e os representantes das comunidades deve ser feita ainda em agosto com o propósito de construir uma alternativa.

Na mesma reunião estiveram presentes representantes das comunidades de municípios da região próxima ao parque, dos municípios de Bom Jardim, Santa Barbara do Oeste, Urubici e Grão Pará.

Localizado na região serrada de Santa Catarina, o Parque de São Joaquim é uma unidade de conservação.

Foi criado por meio do Decreto Federal 50.922, de 1961, mas permaneceu todos esses anos sem que seus limites fossem regulamentados.

A área do parque tem vocação turística. Atualmente, o principal atrativo é o Morro da Igreja, situado em Urubici.

 

IMG_1115

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s