Câmara terá quórum para votar cassação de Cunha, diz Carmen

A deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), vice-líder do governo no Congresso Nacional, disse acreditar que a Câmara terá quórum para votar na próxima segunda-feira (12) o parecer que pede a cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por quebra de decoro. Para ela, a sessão poderá ser demorada diante das manobras já ventiladas na mídia pelos aliados de Cunha.

Os partidários de Eduardo Cunha prometem apresentar um projeto de resolução pedindo o fatiamento do processo nos mesmos moldes do que o Senado Federal fez no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, que teve os seus direitos políticos preservados.

“Essa decisão dos senadores abriu brecha para que isso pudesse acontecer aqui na Casa. Foi um precedente perigoso. Vamos ver como será o comportamento do plenário”, afirmou a deputada.

Na avaliação da parlamentar, a perspectiva de que Eduardo Cunha será cassado, como indicam as enquetes na mídia, poderá influenciar o voto dos deputados indecisos ou até mesmo de aliados do presidente da Câmara afastado.

Quanto à conversão do pedido de cassação em uma pena mais branda para o peemedebista, Carmen Zanotto alerta que essa decisão poderá não soar bem aos olhos da sociedade. “O abrandamento da pena (de Eduardo Cunha) pode transparecer impunidade”, disse a parlamentar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s