Fiesc e Governo de Santa Catarina devem atuar juntos em prol das demandas dos modais de transporte do estado

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) e o governo estadual precisam atuar junto perante a União em prol das demandas da área de transportes, no segmento ferroviário e rodoviário, defendeu a deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC) ontem, em Brasília.

As declarações foram dadas em reunião com o ministro dos Transportes, Mauro Quintela Lessa, com participação dos membros do Fórum Parlamentar Catarinense.

Carmen Zanotto disse que o “pacote” que está em estudo para a concessão de trechos de seis rodovias, em Santa Catarina, deve dar prioridade à BR 470 “em razão das vidas que estamos perdendo com acidentes de trânsito nessa via”, destacou.

A parlamentar frisa, ainda, que a comunidade aguarda há anos por essas obras. Carmen Zanotto inclui também a BR 282 que liga o extremo oeste a BR 470, no trecho entre Campos Novos e Florianópolis, como uma ação igualmente importante.

O ministro Mauro Quintela e equipe disseram que a previsão é que o estudo para o processo de concessão da BR 470 fique pronto em janeiro do próximo ano.

A deputada destacou também que a futura concessão deve observar a lógica da economia, viabilizando a menor tarifa. Carmen Zanotto também cobrou do ministério que informe com mais agilidade e regularidade sobre as medidas que estão sendo tomadas em favor dos modais de transporte em Santa Catarina.

“Precisamos ser periodicamente informados sobre estudos e outras ações”, defendeu a parlamentar.

img_4188-1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s