Carmen quer que aviões confiscados do tráfico e da corrupção sejam usados no transporte de órgãos

A deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC) anunciou, nesta
quinta-feira (23), que apresentará projeto de lei determinando que
aviões do tráfico de drogas e da corrupção que forem confiscados pela
Justiça sejam utilizados no transporte de órgãos para transplantes.

O anúncio foi feito em seminário na Câmara dos Deputados que debateu
falhas e avanços do “Sistema Nacional de Transplantes” com
especialistas, representantes do Ministério da Saúde e entidades de
apoio aos transplantados.

“Precisamos garantir a captação e o traslado de órgãos sejam  feitos
em menor tempo possível. Isso é vital para que o transplante seja
realizado com sucesso. O Brasil é um país continental e muitas vezes
o órgão tem de ser transportado de uma região para outra. O governo já
disponibilizou uma aeronave da FAB, mas ainda não é suficiente. Daí a
nossa ideia de apresentarmos esse projeto para que esses aviões sejam
colocadas à disposição dessa causa tão nobre”,argumentou Zanotto.

De acordo com Ronaldo Honorato, assistente da coordenação de equipe de
Transplante Cardíaco dos Adultos do Incor (Instituto do Coração), a
aquisição dos jatinhos é “o sonho de consumo” dos médicos que atuam na
área de transplante. Segundo ele, para que uma operação dessa natureza
seja realizada com sucesso, é preciso que captação do órgão se dê em
menor tempo possível. “A captação, o transporte e a operação têm de
ser feitos em, no máximo, quatro horas. Se isso não acontecer, é pura
frustração”, contou.

Transplantados

O debate do seminário também girou em torno da falta de
imunossupressores na rede de saúde pública. Esses medicamentos usados
para evitar a rejeição do órgão transplantado. O sistema imunológico
reconhece, defende e protege o organismo contra infecções, e rejeita
tudo o que é estranho.

“Esses medicamentos são vitais para os transplantados. Por isso,
achamos que a logística de distribuição desses remédios tem de ser
aprimorada pelo Ministério da Saúde. É preciso que tudo seja feito com
mais eficiência para que os imunossupressores sejam distribuídos em
todas as regiões”, defendeu Carmen Zanotto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s